4.5.08

MANIFESTO EM DEFESA DA LÍNGUA PORTUGUESA
CONTRA O ACORDO ORTOGRÁFICO
(Ao abrigo do disposto nos Artigos nºs 52º da Constituição da República Portuguesa, 247º a 249º do Regimento da Assembleia da República, 1º nº. 1, 2º n.º 1, 4º, 5º 6º e seguintes, da Lei que regula o exercício do Direito de Petição)

(Assinar aqui)

via der terrorist

3 Comments:

Blogger Noé said...

Por que você é contra?
Noé

maio 19, 2008  
Anonymous Ângelo Ochôa said...

rEFORMADO QUE ESTOU DE ESCRITAS E VÃS PELEJAS AMO À EXAUSTÃO A PORTUGUESA, CLARA LÍNGUA, MINHA CELESTE TERRESTRE PÁTRIA, E ERGO ÚLTIMOS SONIDOS DE ROUCA VOZ QUE ME RESTA PRA PROTESTAR CONTRA ESTE ACORDO DESACORDADO -- A ÚLTIMA E MAIS ANÓMALA DAS MAIS HUMILHANTES ABERRAÇÕES A QUE NUNCA POR NUNCA ME SUJEITAREI. âNGELO oCHÔA, pOETA DO mUNDO, DE sETÚBAL -- E TUDO!!! ( PARAFRASEANDO O DE ANTI-dANTAS DE nEGREIROS, DE aLMADA mANIFESTO ) ___ pRENDAM-ME EMBORA, CAS POSSAM, QUE NÃO PRENDEM, NEM SUJEITAM JAMAIS A DA PORTUGUESA LÍNGUA ASA FORMOSURA DE POMBA VOADORA. oCHOA âNGELO POR ADOPÇÃO SETUBALENSE, POR NASCIMENTO TRANSMONTANO E POR DESTINO aMADO uNIVERSAL dAS mIGRATÓRIAS aVES qUE tODAS aS mANHÃS eM mINHA pRACETA uM pORTUGUÊS lOUVOR à hARMONIA e à iMORTAL bELEZA dA vIDA eM cORO eXALÇAM!

maio 21, 2008  
Anonymous Ochôa said...

Minha Querida Elisa:
Porque estranho já ter sido ontem que dei anterior comment vai agora este outro a reafirmar o plausível e óbvio real de tal «desacordado»,«descorçoado acordo». Admiro que Noé antes tenha perguntado de razões de discordar de tal monstro. Suponho ser tal questão postada de Noé Sendas, minha próxima conterrânea, única Noé que de nome conheço tal questão-pergunta só aparentemente pertinente. Um que tenha o mínimo traquejo de escrita convirá da monstruosidade invulgar de tal pacto e note que escrevo pacto e não pato, que pato não sou. Será que o ter tido caps lock activado inviabiza a Elisa a postar meu anterior texto de q nao fiz cópia? Pois maiores do que essa minha atrocidade (a do caps lock activado) a esperam e nos esperam com esse «acordo» já aprovado -- aguente 6 anos e verá a que chega -- mas cujo manifesto de protesto não assino agora que já assinei após ter lido texto intróito de Graça Moura, Pacheco Pereira, Vitor Aguiar e Silva e Mário Cláudio, entre outros. Soube de notícia que na Assembleia da República Alegre também manifestou seu entristecido desacordo. Por mim na infinita alegria de minha revolta justa protesto VEEMENTEMENTE com o que nos querem fazer engolir mudos sem hesitação ou prova. Ochoa, vosso.

maio 22, 2008  

Enviar um comentário

<< Home